Saúde Móvel: benefícios gerados no controle do peso e prevenção da obesidade através de aplicativos móveis

Por: Marcelo Guimarães

Na atualidade, através da tecnologia e inovação, houve um aumento expressivo do uso de dispositivos móveis (smartphones, tablets e wearables) pela população, não apenas nos países desenvolvidos, mas também pelos países menos privilegiados, já que, com a inovação, também foi possível tornar a tecnologia acessível e viável à quase todos. Com foco em usabilidade e facilidade, os fabricantes tornaram o uso dos dispositivos móveis bastante simples, o que contribuiu também para a adesão em massa. De acordo com o The Statistics Portal, portal de estatísticas internacionais, a projeção para 2018 é que 36% da população mundial utilize um smartphone.

Atualmente, os principais usos das tecnologias móveis estão relacionados à comunicação, redes sociais, notícias e entretenimento. Mas, embora não esteja entre os principais, há um crescimento considerável do uso de dispositivos móveis na área da saúde, tanto na prevenção e bem-estar, como por exemplo, aplicativos de controle de peso, controle de vacinação, apoio à realização de atividades físicas, bem como soluções que contribuem diretamente nos tratamentos das doenças.

 No que se refere aos aplicativos de prevenção, podemos destacar a importância para a prevenção em saúde, nos cuidados primários e básicos. A tecnologia de solução móvel tornou-se grande aliada dos ministérios da saúde de diversos países, já que possibilita a gestão do conhecimento e disseminação da informação para toda população, de forma transparente, simples e direta.

Outro ponto fundamental é o grande número de soluções móveis que apoiam à adesão de práticas de atividades físicas. São soluções que criam metas e objetivos para cada tipo de atividade física, como por exemplo a caminhada, a corrida, a musculação e o ciclismo. Também de forma bastante simples, as soluções são utilizadas como ferramentas de apoio ao usuário, desde informações mais básicas até informações complexas, conforme citado por Gunther Eysenbach.

Também há soluções que colaboram no controle da alimentação, desde o número de calorias ingeridas até o volume de água bebido. São soluções importantes que ajudam a manter ou eliminar o peso, como prevenção e até tratamento da obesidade. Em um dos aplicativos mais utilizados, o MyFitnessPal, notificações são exibidas para lembrar ao usuário da necessidade de registrar as calorias ingeridas e volume de água bebido.

Outro ponto relevante na saúde móvel são os dispositivos vestíveis, ou wearables, que através de diversos sensores, captam informações importantes do usuário e encaminham para aplicativos e serviços online para melhorar condições de saúde e bem-estar. De acordo com a Forbes, a tecnologia, embora recente, está crescendo fortemente e tem sido uma grande aposta dos principais fornecedores de tecnologia à população.

As soluções acima demonstram a importância que a saúde móvel vem conquistando no cotidiano das pessoas, além de serem exemplos de como a tecnologia e inovação podem modificar a saúde e virem a ser utilizadas na prevenção de eventuais doenças, contando também com soluções específicas para o tratamento de algumas enfermidades, o que será analisado com mais afinco nesse trabalho.

Nos artigos selecionados para revisão, obteve-se um resultado de crescente interesse no uso de soluções móveis em apoio ao controle e redução do peso, além da prevenção da obesidade. Os resultados mostram como o uso da inovação contribui direta e indiretamente no bem-estar da população.

Os autores estudados evidenciam claramente os benefícios da utilização da tecnologia e inovação, mais especificadamente da saúde móvel (mHealth), na redução e controle do peso, além da prevenção da obesidade. Apontam resultados concretos, com redução significativa de peso através do controle de ingestão e gasto calóricos.

A facilidade do acesso à informação pela população através de aplicativos móveis também é outro fator evidenciado, uma vez que elimina barreiras, tornando a informação digital acessível a todos, não importando assim a localidade, o gênero, o idioma, o poder aquisitivo, cultura ou religião.

A tecnologia não substitui o conhecimento multidisciplinar dos profissionais da saúde, primeiramente pela necessidade da análise racional de dados clínicos para decisão sobre tratamentos em casos mais complexos e específicos, mas pode colaborar com disseminação de informações e meios de gerenciamento prático e eficaz da saúde individual, empoderando o indivíduo. Deve-se levar em consideração que a tecnologia está cada vez mais presente no cotidiano das pessoas e ao mesmo tempo, vem se tornando aliada importante para melhoria da saúde e bem-estar da população.saudemovel

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s